Exposição Contemporaneidade

Os artistas envolvidos são educadores, chefes de cozinha, DJs, controladores de acessos, tatuadores, oficineiros de grafite que, através de suas vivências, desenvolvem uma arte única, cheia de autenticidade com elementos diversos.
A expressão da contemporaneidade aparece de forma recorrente nas produções artísticas, humanas e sociais do envolvidos, sendo empregada para sinalizar que suas artes ou escritos. Refere-se a uma situação ou processo que está acontecendo no nosso tempo e que possui uma especificidade importante: é marcado por transformações em variadas esferas, o que lhes dão contornos complexos, mesmo em realidades simplistas, numa leitura autentica e pessoal do cotidiano. Na exposição os artistas trazem seus trabalhos em diferentes suportes: gravuras, telas, lambe-lambe e esculturas.








Curadoria: Diego Aliados
Parceria: André Bueno e Erick Grajaú
Artistas: Felipe Risada, Grego, Cristiano Oito, Leonardo Audaz, Diego Zefix, Rafael Frenesi, Felipe Primat, O Preto.
Discotecagem de abertura: DJ Slim e Paulo Torres
Fotos: Aliados 321

Veja também

0 comentários